De: As Minhas Receitas (Ver receita )



Receita do - Caracois Doces de Natal (e a Missão Continente)


Falar em Natal é mais do que apenas fazer a árvore, o presépio e comprar os presentes. É mais do que ir para a cozinha e preparar os presentes de comer. É mais do que as luzes a piscar, as cidades iluminadas e anúncios de brinquedos a toda a hora. Natal é mais do que calendários de advento e o Bublé a cantar. 
Natal é também uma época de solidariedade por excelência. Daquela que deveríamos fazer todo o ano, mas que vamos empurrando com a barriga, demasiado ocupados com as nossas vidas e as nossas coisas de todos os dias. 
Mas chega a época de natal e parece que ficamos mais atentos. Que ficamos todos mais solidários e que pensamos mais em todos aqueles que devemos e podemos ajudar. E ainda bem. Ao menos que haja uma época do ano para estarmos mais atentos a estas coisas. Mais atentos aos outros. Mais atentos a ajudar quem necessita de todas e das mais variadas formas.
E talvez por isso, por estarmos todos mais solidários e atentos a ajudar,  é nesta altura que surge o projeto da Missão Continente! Não sei se sabem, mas a Missão Continente promove a saúde familiar através de apoios a centros de saúde de norte a sul do país. Os centros de saúde participam num concurso, e os melhores projetos são premiados através da Missão Continente.
E o prémio? O prémio depende do dinheiro que a Missão Continente angaria através da venda dos presentes solidários nas lojas Continente. A manta que custa 4€ e a lata de bolachas que custa 3€. Por cada presente solidário que cada um de nós compra, a Missão Continente doa 1€ aos melhores projetos dos Centros de Saúde. Sabiam? Eu confesso que não!



Os projetos são essencialmente nas áreas de promoção de saúde infantil e prevenção de doença, programas de promoção e apoio ao aleitamento materno, e educação parental. Mas a Missão Continente também apoia outras iniciativas ao longo do ano, como a sensibilização para o consumo consciente – e uma área que eu adoro e que estou sempre aqui a falar, a redução do desperdício alimentar  – e a promoção da inclusão social, com doações de cerca de 3000 refeições diárias a várias instituições.
Por tudo isto talvez não nos custe muito ajudar. Comprar um presente solidário da Missão Sorriso. Para nós ou para oferecer. A mantinha que é sempre simpática para colocar sobre as pernas quando estamos no sofá, ou que a avó ia adorar para a manter quentinha. Ou a lata das bolachas para comermos com um chá quando temos preguiça, ou para oferecer aquele tio muito guloso.
Afinal é natal, e não custa nada ajudar. Porque todos juntos podemos sempre fazer muita diferença. E o que seria do natal se não tivéssemos mais vontade de ajudar, de ser solidários, e de poder dar mais a quem tem menos.
Por aqui já se contribuiu. E enquanto a manta me espera no sofá, faço um chá quentinho para acompanhar com uma coisa doce.

Ingredientes:

Para a Massa: 
(adaptado de BBC Goodfood, novembro de 2016, página 80)
275ml de leite
50g de manteiga
1 saqueta de levedura seca (usei 1 saqueta de 11g da fermipan)
450g de farinha
50g de açúcar
1 colher de chá de canela

Recheio:
raspa da casca de 1 laranja
200g de curd de laranja (usei caseiro)
bagos de 1 romã
50g de passas
75g de nozes grosseiramente picadas

Cobertura:
3 colheres de sopa de geleia de marmelo para pincelar
100g de açúcar em pó + 1 colher de sopa de sumo de laranja

Preparação:

Aqueça o leite até que fiquem quente, mas sem ferver e acrescente a manteiga até que esta derreta. Deixe arrefecer um pouco.
Entretanto misture a farinha com a levedura, o açúcar e a canela. Quando o leite tiver arrefecido um pouco e esteja apenas morno, junte-o aos ingredientes secos e misture bem. Amasse depois a massa numa superfície enfarinhada até obter uma massa macia e elástica. Coloque numa taça, tape com um pano e deixe levedar até a massa dobrar de volume,
Depois de levedada estique a massa numa superfície enfarinhada até obter um retangulo com cerca de 30x40cm. Cubra depois toda a massa com o curd de laranja, os bagos de romã, as passas e as nozes, terminando com raspa de laranja ralada na hora.
Começando do lado mais comprido enrole a massa como se fosse uma torta. Corte-a depois em 12 pedaços com a mesma grossura usando uma faca bem afiada.
No tabuleiro do forno forrado com papel vegetal disponha os pedaços com a parte do corte virada para cima e um pouco afastados (se quiser poderá dar-lhes a forma de arvore de natal, como no fotografia, ou simplesmente dispor normalmente). Deixe levedar novamente mais 40 minutos (se tiver feito a forma da árvore de natal, depois de levedados os enrolados devem-se estar a tocar).
Coloque-os depois no forno previamente aquecido a 180ºC e deixe-os a cozinhar cerca de 20 minutos ou até ou até estarem dourados.
Retire-os do forno e deixe arrefecer 15 minutos antes de os pincelar com a geleia previamente aquecida (para dar brilho). Termine depois com o glacê, feito com o sumo de laranja e o açúcar em pó e com mais uns bagos de romã.

Bom Apetite!

(post escrito em parceria com a Missão Continente)