De: Pão, Bolos e Cia. (Ver receita )



Receita - GAMBAS AL AJILLO

Para uma entrada num jantar de amigos ou simplesmente para um petisco descontraído acompanhado por uma cerveja ou sidra, estes camarões são sempre uma delícia e sucesso.
Pode fazer o mise en place com antecedência terminando a confeção na hora.

É daqueles camarões bem temperados em que se lambem também os dedos e se molha o pão, alentejano de preferência, no molho.
Cada uma tem a sua versão própria destes camarões ao alhinho, esta é uma versão simples, mas a que mais faço e por isso a de que mais gosto.
A única atenção a ter, é a rapidez com que se cozinham os camarões. A temperatura da frigideira deve ser alta e esta deve ter tamanho adequado à quantidade de camarões, para que cozinhem rapidamente.

Prefiro usar os camarões inteiros, com a cabeça, porque esta solta sucos que se misturam com o azeite ajudando o tempero. Depois de os descascar há sempre a desculpa de os passar no molho para os tornar mais saborosos 🙂

Fiz assim…

GAMBAS AL AJILLO

INGREDIENTES
Para 2 pessoas:
16 camarões 20/30 congelados
6 dentes de alho
azeite
3 piri-piris secos
1 folha de louro
2 colheres (sopa) de molho inglês (worcestershire)
sal grosso

Opcional:
1-2 colheres (sopa) de whisky
algumas gotas de sumo de limão
folhas de salsa/coentros picados

PREPARAÇÃO
Aquecer bem uma frigideira com azeite que cubra o fundo.
Juntar a folha de louro e os piri-piris.
Assim que o azeite estiver bem quente juntar os camarões de forma a não ficarem sobrepostos e temperar com sal.
Acrescentar o alho e deixar cozinhar 2min..
Virar os camarões, acrescentar o molho inglês e deixar cozinhar mais 2min..

Retirar para uma prato, travessa ou tradicionalmente numa frigideira de barro e servir de imediato.
Se desejar juntar agora algumas gotas de limão ou gomos deste.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
– Quanto maior o calibre do camarão mais pequeno ele é, isto é, mais camarões “cabem” em 1kg de produto. Para algumas ocasiões uso o calibre 30/40, embora seja maior apreciador do 20/30;
– Junte os alhos laminados apenas depois de ter acrescentado o camarão pois o azeite estaria muito quente e queimaria os alhos. Se isso acontecer deite o azeite fora e comece novamente, não vale a pena estragar os camarões (que não são baratos) com o sabor intragável dos alhos queimados;
– Se pretender fazer uma quantidade maior ou usa uma frigideira maior ou repete o procedimento. É importante que os camarões não fiquem sobrepostos para cozinharem uniforme e rapidamente;
– Para além dos ingredientes mencionados pode usar um pouco de whisky juntamente ou em vez do molho inglês e algumas gotas de sumo de limão já no fim de retirar do lume. Umas folhas de salsa ou coentros picados, por cima, acabam por lhe dar alguma frescura e apresentação.