De: Dia de Domingas (Ver receita )



Receita do - Quarkbällchen



Quando eu era criança, havia uma senhora na vizinhança que vendia umas rosquinhas fabulosas. As crianças eram loucas por aquelas rosquinhas, que eram preparadas pela D. Maria sempre à tardinha. Batíamos na porta, ela atendia e já havia um prato cheio delas, enormes, aeradas e quentinhas, mas até mesmo frias eram deliciosas! A D. Maria faleceu e muitos anos mais tarde, quando encontrei a sua filha única, que já era também uma senhora, perguntei se poderia dar a receita. Ela então respondeu, que frequentemente perguntavam sobre a tal, mas que ela nunca havia se interessado em aprendê-la, pois tinha uma raiva danada das tais rosquinhas e até tentou várias vezes convencer à mãe a não vendê-las mais.

Anos mais tarde, quando provei as Quarkbällchen, lembrei-me das rosquinhas da D. Maria, por causa da textura aerada e da massa elástica. Virei fã. Uma especialidade das padarias alemães, as “Bolinhas de Quark” também são fritas, assim como as rosquinhas. O segredo da receita está na adição do queijo Quark (até hoje fico a pensar o que a D. Maria adicionava para conseguir este aerado nas rosquinhas). Infelizmente acho que não há queijo Quark à venda no Brasil, mas já li que em Portugal já existe e nos EUA também. Então quem tem acesso ao queijo e gosta de bolinhos para acompanhar um cafezinho ou chá, não pode deixar de experimentar esta receita! O chato foi que a foto ficou um pouco escura, pois estamos no Inverno e à tardinha já escurece muito rápido por aqui. Gente, esta foi a primeira vez que me aventurei a fazer as Bolinhas e ficaram uma maravilha! Esta é uma receita que até criança faz! Fiz só a metade e rendeu muito. Quem tentar, por favor me diga o que achou! 🙠Estas Bolinhas são boas mesmo ou sou eu a fanática por rosquinhas?

BOLINHAS DE QUARK

Rendimento: 45 bolinhas

Ingredientes:
500 gramas de queijo Quark
500 gramas de farinha de trigo
250 gramas de açúcar
4 ovos
1 pacotinho(2 e 1/2 colheres de chá) de fermento em pó
1 pacotinho(1 colher de sopa) de açúcar baunilhado
1 pitada de sal
óleo ou gordura para fritar*

Cobertura:
açúcar cristal e canela à gosto

*usei a gordura de côco

Instruções:
Junte todos os ingredientes numa vasilha e misture até formar uma massa homogênea. Deixe descansar 10 minutos.
Enquanto isso, aqueça uma panela pequena e funda com óleo o suficiente para cobrir as bolinhas,** em fogo moderado. Prepare um prato coberto com várias folhas de papel absorvente. Prepare outro prato com um pouco de farinha de trigo e outro prato com a mistura do açúcar com canela.
Com a ajuda de uma colher, retire um pouco da massa em quantidade suficiente para fazer uma bolinha um pouco maior do que uma noz. Com a ajuda de outra colher, coloque a massa no prato com farinha, polvilhe por todos os lados, sem exagerar. Forme uma bolinha, retire o excesso de farinha e repita a operação. Quando tiver feito 5 bolinhas, coloque-as ao mesmo tempo para fritar e tampe a panela (importante!). Controle, olhando de vez em quando, mas normalmente depois de cinco minutos, pode-se virar e fritar o outro lado. Tampe a panela. quando estiverem bem douradas e redondinhas, retire-as e coloque-as no prato preparado com papel absorvente. Já vá enrolando-as no açúcar com canela e colocando num prato para serem servidas. Repita a operação até acabar com a massa. Sirvam de preferência mornas. Bom apetite!

** Quem tiver uma fritadeira elétrica, siga as instruções da mesma, usando uma temperatura adequada.