De: Dia de Domingas (Ver receita )



Receita do - Dampfnudeln – uma especialidade alemã.

Tentação:
Uma amiga fez esta receita pela primeira vez na semana passada e ficou tão entusiasmada que me contagiou! Esta foi também a primeira vez que tentei fazer este tipo de sobremesa, que aqui na Alemanha, dependendo da região, ganha outros nomes. Não se engane com a aparência desta “sobremesa”! O Dampfnuedeln é um bolinho/pãozinho doce, cozido no leite que é servido com um molho que pode ser de baunilha ou do tipo espuma de vinho!

Desastre na cozinha:
Lá estava eu preparando tudo com muita facilidade, quando surgiu um problema nesta receita, que tenho que alertá-los. O vinho tinto que usei, confesso que não era dos mais finos, produziu uma espuma acinzentada e não muito apetitosa… No entanto, o gosto ficou ótimo e quem não quiser arriscar, o melhor seria usar o vinho branco! Eu infelizmente não o tinha em casa e por causa disso, substitui pelo clássico acompanhamento do molho de baunilha. Quem quiser a receita está aqui. Quem não quiser ter este trabalho todo, pode usar o pó para pudim de baunilha, fazendo um molho encorpado, mais líquido do que um mingau.

Resultado:
Os bolinhos/pãozinhos, ficam molhadinhos por fora e fofos por dentro! O leite seca bastante e por isso tenha cuidado ao retirá-los, preservando a casquinha dourada que fica no fundo e colocando-os com esta casquinha para cima. Os meus, só alguns tinham a tal casquinha, mas mesmo assim, ficaram bonitinhos e apetitosos! Cuidado: eles sustentam bastante e acredito que ninguém consiga comer mais de dois de uma só vez! Fiz metade da receita, e garanto que dá certamente para três ou quatro pessoas! É uma receita boa para dias frios, para ser servida à tardinha ou como uma refeição doce, assim como o arroz-doce. Acho que depois de uma refeição ficaria muito pesado. Bem, espero que gostem! Um grande abraço!

DAMPFNUDELN COM ESPUMA DE VINHO
Fonte: Revista Mytime/ Setembro de 2009
Rendimento: 6 porções grandes

Ingredientes:
500 gr. de farinha de trigo, separada
25 gramas de fermento biológico fresco ou*
240 ml de leite para a massa
40 gr. de manteiga, amolecida
70 gr. de açúcar
1 ovo
1 pitada de sal
casca ralada de meio limão

Para cozinhar:
260 ml de leite
20 gr. de manteiga
30 gr. de açúcar

Espuma de vinho:
1 ovo
3 claras
130 gr. de açúcar
80 ml de vinho tinho seco encorpado

*1 pacotinho de fermento biológico seco

Instruções:
Colocar a farinha num recipiente e fazer um buraco no meio e aí esfarelar o fermento, colocar apenas 1 colher de sopa de açúcar e 40 ml de leite morno. Esperar 15 minutos. Misturar a parte líquida de dentro para fora, formando uma farofa. Junte agora o restante dos ingredientes para a massa. Amasse bem, eventualmente colocando um pouco mais de farinha, até formar uma massa homogênea, que não grude muito. Faça uma bola com a massa e deixe-a descansar num lugar quente, tapada, por cerca de 30 minutos( eu coloco no forno frio, com um recipiente de água quente dentro).

Leve uma panela com tampa ao forno, com 260 ml de leite para ferver. O leite deve ficar a cerca de 2 cm de altura dentro da panela. Assim que o leite ferver, coloque-o em fogo baixo. Divida a massa em 12 porções e com elas forme bolas. Os bolinhos são colocados no leite bem juntinhos e dentro da panela deve ser tapada. Deixe cozinhar por cerca de 30 minutos, ou até o leite evaporar.

Enquanto isso, faça a espuma de vinho. Leve uma panela ao fogo com água, para um banho-maria. Coloque um recipiente acima da panela. Neste recipiente, misture todos os ingredientes e bata sem parar, com a ajuda de um batedor de arame, até formar uma espuma que tem do dobro do volume. Sirva cada bolinho com a espuma, quentes. Bom apetite!